21 2601-3734 contato@iecponteseca.com.br
É possível ser feliz!

É possível ser feliz!

É possível ser feliz! Mesmo em um tempo tão difícil, com tanta insegurança e medo, quando todo tipo de ameaça parece bater à nossa porta, é possível ser feliz. É possível ser feliz!

Ainda que tudo pareça caminhar de mal a pior, quando as expectativas e perspectivas pareçam se frustrar frente ao futuro incerto, é possível ser feliz. É possível ser feliz!

Apesar do adoecimento da raça humana e da sociedade corrompida e comprometida com o mal que ela mesma construiu, é possível ser feliz.

É possível ser feliz quando compreendemos e adotamos um outro conceito de felicidade que não se resume em apenas um estado de bem-estar momentâneo.

É possível ser feliz quando não restringimos nosso contentamento e satisfação à aquisição e manutenção de bens materiais.

É possível ser feliz quando não condicionamos nossa felicidade a ausência de problemas e crises.

Na experiência do salmista Davi, cujo registro se faz no salmo 32, um homem feliz é um homem restaurado através do perdão recebido do Pai. Davi havia cometido dois graves pecados: o adultério e o homicídio. O primeiro, fruto de sua vaidade humana e do desejo de atender às suas próprias vontades. O segundo, resultado de sua soberba e da prepotência de achar que, como rei, poderia resolver as coisas do seu jeito. A Bíblia diz que é assim, que um abismo chama outro abismo, que um pecado não confessado é porta aberta para outras quedas. Davi, por misericórdia de Deus, entendeu isso quando percebeu e experimentou no seu próprio corpo as consequências de pecados não confessados e não tratados, causa de uma relação rompida com o Senhor. Assim, as dores aparecem, os ossos envelhecem, a alma grita, a consciência pesa e o humor se transforma em grande deserto. Até que Davi reconhece seus erros, confessa seus pecados e Deus o perdoa. O perdão de Deus é restaurador.

Na experiência de Davi, ele restaurou o seu bem estar físico, psíquico e social; restaurou sua alegria de viver; e, como um filho que reencontra o pai, ele foi ensinado, instruído e trazido de volta a um caminho também restaurado.

Com Deus é assim! Quando Ele nos encontra, perdoa nossos pecados, entra em nossa vida, nos sela com a marca do Espírito Santo, tudo em nós é transformado.

A partir daí, somos e nos sentimos verdadeiramente felizes, porque o homem feliz é o homem restaurado pelo perdão de Deus. Por isso, é muito estranho que pessoas que se digam salvas em Jesus ainda não tenham experimentado e não testemunhem dessa felicidade em Cristo. Pessoas que, mesmo estando em Cristo, sucumbem às crises e se desesperam frente aos desafios da vida. Pessoas cujas vidas são dominadas por uma variação de humor que sempre tende em jogá-las para baixo. Pessoas cujas consciências pesadas sofrem a percepção da mão pesada de Deus.

A experiência de Davi pode e deve ser a nossa experiência. Homens e mulheres que, mesmo não tendo cometido adultérios ou homicídios, também dependem da graça restauradora do Pai. Que Ele restaure a nossa sorte, a nossa história e nos dê a consciência de que nele É POSSÍVEL SER FELIZ!

Com amor, Pr. Carlos Henrique.

Deixe uma resposta

Fechar Menu